Fórum de Compartilhamentos.
 
InícioPortalCalendárioGaleriaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 

O que achou?
Boa
100%
 100% [ 3 ]
Ruim
0%
 0% [ 0 ]
Regular
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 3
 

AutorMensagem
@Natalia.Milly



Número de Mensagens : 34
Idade : 28
Localização : Brasil
Emprego/lazer : Forumeira Analista de Fanfiction!
Humor : Super alto^^
@Natália.Milly : Convide seus amigos para participar da nossa comunidade!
Data de inscrição : 23/06/2008

MensagemAssunto: Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]   Qui Jul 10, 2008 10:25 pm

Anime [Naruto] T: Não te quero só em sonhos Cap: 1 P: Sakura e Sasuke G: romance/drama


Sakura abre os olhos. Vê tudo embaçado e aos esfregar os olhos, abre-os novamente e não reconhece o lugar que se encontra. Lugar escuro frio e sem cor.
Ela se levanta daquele chão úmido e começa a andar pela casa estranha e ouve ruidos ao longe. Continua a andar e enxerga um fio de luz bem distante e caminhando para ele reconhece se aproximando mais, um corpo que não podia ser esquecido, um jeito de andar inconfundível... -Só pode ser ele.. -Sussurrou consigo mesma. Então ela acelerou os passos e como vento correu sem se frear e a pessoa que a vendo estendeu os braços e ela se jogou ao abraço dele.
Sakura esfregou os olhos. E se espreguiçou na cama. Sentou-se e olhou ao redor e visualizou cada móvel do seu quarto e não aguentou e chorou outra vez igual aos dias anteriores. Os dias eram difíceis por causa do acidente que ocorrera com Sasuke e isso a deixava sem o brilho dos olhos que sempre tivera. Ele estava em côma a meses e ela já não sabia se tinha esperança de volta.
Ela se lembrava de uma semana antes de isso acontecer, quando estava tudo perfeito e nada mais poderia atrapalhar o que um sentia pelo outro. Sasuke dizia a ela que era a flor mais linda e que a colocaria num vaso de plantas para ficar ao lado da cabeceira da cama dele no quarto. E ela morria de rir pensando que fosse brincadeira pois ele nunca houvera falado nada tão bonito assim: -Sasuke não combina com seu jeito essas palavras, é tudo muito bonito para alguém tão...tão...

-Tão...rude?! È isso que iria dizer? -Falou ele sério pois falara a verdade para ela mas como ele nunca foi muito gentil e só mudara a pouco tempo, ainda era novidade para
Sakura toda aquela atenção. Mas isso só acontecera ali naqueles dias e ela já não sabia se ele iria voltar.

Os dias passavam e ela acordava todo dia e chorava por causa dele. Mas ao mesmo tempo era muito forte e com as amigas tentava não demonstrar depressão. Mas não podia enganar ninguém pois as vezes era pega de suspresa pelas lágrimas, a voz dele ressoava na sua mente. Muitas noites acordava com febre e a vontade imensa de visitá-lo no Hospital onde estava internado, mas da última vez que foi fez escândalo pois queria ficar lá com ele e os médicos não deixavam. Sua mãe já havia dito que não era para ir, pois seria mais difícil aceitar e pioraria o estado que ela estava.

-Não! Eu nunca vou aceitar e mesmo que eu fique doente também, eu nunca vou aceitar! -gritava com sua mãe e subia para o quarto.

Dias depois já ia poucas vezes para escola e também não aceitava visitas; fazia de tudo para dormir já que somente em sonho podia vê-lo e matar a saudade que tinha. E foi assim e virava vício. Saia da escola corria para casa e dormia para encontrar aquele que acalmava seu coração em sonhos.
Então estava ela novamente naquela casa e andava até o feixe de luz ao encontro da mesma pessoa de todos os sonhos.

-Podia ser real o que vivencio aqui...-disse ela com os olhos cheios de lágrimas.
-Você tem a escolha de viver aqui comigo pra sempre. -respondeu ele sussurrando.
-Não, você é um sonho e o Sasuke de verdade está lá fora.
-Eu sou o Sasuke e sei como estou. E sabia que me encontraria e então desde o acidente venho te esperando. Aqui Sakura podemos nos ver sempre e sempre que vier eu estarei aqui.
-Não! Você tem que voltar pra mim você tem que sair daquela cama de Hospital e vir pra mim! -disse ela chorando desesperada.
-Me dê sua mão para que toda vez que dormir você venha me visitar, pois não quero perdê-la.
Ela olhou estranho para ele sem entender o porquê que ele disse aquilo. Mas estendeu a mão e segurou na dele. Ele por sua vez se aproximou e abraçou-a e disse ao pé do ouvido: -Esse vai ser o laço, para que você sonhe comigo sempre terá que me dar a mão como símbolo de que estará comigo antes que acorde pois se não fizer isso não terei certeza que virá me ver.
-Porque isso agora?- respondeu sem entender.
-Porque talvez eu não acorde...Sakura. Eu também tenho medo de não ver você. -disse ele a abraçando forte.
-Eu não te aceito somente em sonhos...Sasuke. Eu quero que participe em tempo real da minha vida...ou eu também quero...
-Não! Não diga nada. -disse ele cortando a fala dela -Amanhã é outro dia e vou ficar aqui te esperando.

Sakura então acordou e sentiu na sua mão a mão de Sasuke. Ela sacudiu a mão e não passava pois parecia que Sasuke e ela ainda estava de mãos dadas. Talvez estivesse louca, era só um sonhozinho que está pertubando, pensava ela. Mas não era bem assim pois Sasuke mesmo em côma sonhava com ela, era somente seu corpo que não respondia mas para sua alma não havia paredes que a trancassem ou a limitase a um corpo. O que ele sentia era muito mais do que num sonho era vontade imensa de melhorar e poder abraçar de verdade a sua amada flor.

Terminada: Não
Deixem seus coments ou votos^^


Continuação - Segundo capítulo - Visita no hospital


Sakura já não entendia mais nada e estava meio sem rumo em suas idéias, mas decidiu ir até o hospital visitar Sasuke. Ela precisava vê-lo e tocá-lo de verdade pois sonhar não era o bastante. Pegou o ônibus e dentro dele a caminho já estava trêmula e num instante queria desistir e não vê-lo mais, não sabia como iria reagir ao vê-lo novamente naquele estado.

-Não Sakura, não seja covarde naquele hospital está a pessoa que você ama e ele precisa de você. -dizia ela consigo mesma dentro do ônibus.
Sakura desceu no ponto e saiu correndo até o saguão do hospital muito asiosa.
-Por favor gostaria de visitar o paciente Sasuke.
-Você é parente dele? -perguntou a recepcionista.
-Não mas somos amigos e sei que ele não está bem mas queria pelo menos vê-lo um pouco.
-Olha mocinha, os parentes dele que têm que autorizar e logo depois o médico que cuida dele. -respondeu fria.
-O que? -disse Sakura com muita raiva -Você não sabe de nada! Ele é importante pra mim, e não são os parentes, nem os pais, e muito menos o médico que vai me impedir de entrar lá.
-Sem escândá-los por favor, aqui é um hospital! -disse a recepcionista assustada.
-O que está acontecendo? -perguntou um dos médicos se aproximando.
-Eu quero ver um amigo meu que está internado aqui em côma. Por favor deixe-me entrar lá. -respondeu ansiosa.
O coração do médico se condoeu ao ver o rosto de Sakura e a reconheceu de quando esteve lá da última vez. Então ele colocou a mão no ombro dela e a conduziu ao quarto dele.
-Seu nome é Sakura certo?
-Sim. -disse ela mais calma.
-Esse vai ser nosso segredo pois acredito que ele é especial pra você e confio em deixa-la sozinha com ele, mas é só um pouco e me prometa que não vai fazer escândalo quando eu pedir para ir embora depois ok? -disse o médico com muita simplicidade.
-Claro que sim doutor...agora posso entrar?

O médico abriu a porta e ela entrou, se aproximou da cama e ficou olhando para o rosto de Sasuke. E olhou...olhou e se aquilo tudo fosse pra sempre continuaria olhando sem se cansar. O rosto dele estava sereno e calmo, parecia somente estar dormindo. Ele estava envolto a uma câmara e cortinas de uma borracha transparente e fina com algumas sondas na veia do braço direito. Ela abriu a cortina e se sentou na beirada da cama e encostou o seu rosto no dele.

-Porque faz assim comigo? -disse ela chorando -Eu estou aqui Sasuke acorde pra mim...não me deixe ficar sem você.
Assim logo se sentou numa poltrona e adormeceu.
E se encontrou no mesmo lugar de sempre e lá estava ele sorrindo estendendo os braços...mas ela rejeitou dessa vez seus abraços com muita relutância disse 'não' a ele. Sasuke não entendeu e então ele correu para ela e parou na sua frente com os olhos fixos esperando que ela conseguisse repetir o mesmo 'não' assim com ele perto.

-O que pensa que está fazendo? Está brincando comigo Sakura?
-Não é isso Sasuke...mas vim dizer adeus a esse sonho e não quero mais vê-lo aqui.
-E se eu nunca mais voltar? -disse ele se alterando.
-Você vai voltar sim, por isso tomo essa decisão, pois se estou alimentando uma ilusão como posso ter devolta a realidade? Me perdoe mas não quero te ver mais...vou te esperar lá fora. Quero a realidade e não uma coisa imaginária...imaginação é para criança e sou bem crescida para querer somente sonhar. Eu quero ter você de verdade Sasuke. -Dizia ela com a cabeça baixa e só se via gotas no chão, não podia olhar para ele pois sabia que talvez não coseguisse dizer e voltaria atras na decisão.

-Você sempre demontrou o que sente o que isso agora? -Gritou ele furioso -Se quer tanto que eu volte Sakura então porque não me ajuda? Eu estou assim a meses; e você acha fácil? Se me quer devolta eu ainda mais quero sair dessa condição, pois não pedi para estar aqui! Então pare de ser egoísta que eu também quero ficar bem e quero ficar com você, entende agora?
Sakura finalmente ouviu o que mais queria. Sasuke revelou o que estava escondido a tempos e isso deixou Sakura muito feliz. Mas ela continuaria assim mesmo com a decisão e não voltaria atrás.
-Não mudei de idéia Sasuke...não vou voltar. -respondeu ela.
-Então me acorde e me tire do côma.
-Está louco como posso fazer isso? -dsse ela nervosa.
-Não sei como, tente gritar meu nome, toque minhas mãos, faça qualquer coisa para que eu volte sinta o que é viver; pois não posso ficar sem você Sakura.
-Eu te amo Sasuke...-sussurou ela encostando a cabeça no peito dele sem saber se ele ouvira isso.
Sasuke nunca sentiu nada tão bom de se ouvir, pois ele ouviu e que atitude cheia de ternura. Colocou ele a mão nos cabelos dela e acariciou por instantes. Podia ficar assim a eternidade se fosse fora do côma. Então ele levantou o rosto dela fixando os olhos dele nos dela e disse sussurrando:

-Não sabia que podia ser tão bom tocar suas mãos, ver sua alma atravez dos seus olhos...Mas hoje já não brilham como antes, derramam ternura em gotas. Queria que fosse uma árvore plantaria-na debaixo da minha janela regaria com o suor do meu trabalho e morreria feliz sabendo que viveria mais do que eu...pois talvez não irei voltar.
-Não seja incrédulo e pessimista! -gritou ela o empurrando - -Não pode ser assim, quero tocar suas mãos...Mas nunca senti-las geladas. Se um dia as sentir assim irei com você, então não tente amenisar o que sinto e não me faça aceitar que não vai voltar.
-Queria ter a certeza que você tem...agora me dê sua mão eu sei que irá acordar. -disse ele estendendo a mão.
-Desta vez não...eu não vou voltar. -disse ela se afastando.
-Me dê a mão Sakura! -gritou ele indo em direção dela -Já fiquei quase toda minha vida assim exilado e depois que soube o que é amizade e companhia não posso mas ficar sozinho.
-Não! Se afasta Sasuke! -disse Sakura acelerando os passos.
-Segure a minha mão...segure por favor não me deixe...Sakuraaaaa! -disse ele tentando segurar as lágrimas.

Sakura fechou os olhos para não poder ver e tapou os ouvidos para não ouvir o desespero dele. Era muito triste fazer isso mas era preciso para que ele mesmo acreditasse que por vontade própria poderia voltar. Mas saber que ele a chamava aos prantos a deixava cada vez mais machucada e perturbada, porém, queria acreditar na esperança que logo Sasuke iria acordar e voltar de verdade para seu coração.

-Vamos Sakura já é hora de ir embora. -disse o médico.
-Ahn? Ai, desculpa adormeci...se não for pedir muito e prometo que não demoro, posso ficar um minuto para me despedir?
-Um minuto e estou aqui fora, ok? -disse o doutor e saiu.

Sakura chegou até a cama e o beijou. Na mesma hora viu uma lágrima escorrer no canto do olho esquerdo e então ela percebeu que ele estava sofrendo. Logo se abaixou até o ouvido dele para confortá-lo.
-Não fique assim fiz isso para seu próprio bem e você sabe que eu te amo Sasuke. Eu aprendi a ser forte com você e muitas batalhas enfrentamos juntos e somos vitoriosos. Sou o que sou hoje por sua causa e não é um côma que vai tirar você de mim. Estou e estarei sempre a seu lado.
Sakura o beijou novamente abriu a porta e saiu. Saiu deixando um pedacinho de esperança a Sasuke que por dentro se tranqüilizou ao ouvir sua voz.

Terminada: não

_________________

Passem no meu blog:
http://imaginarybook.bloguista.net


Última edição por @Natalia.Milly em Dom Jul 13, 2008 4:06 pm, editado 2 vez(es) (Razão : Adicionar segundo capítulo)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://triboteen.forumeiros.net
yamazaky



Número de Mensagens : 10
Idade : 27
Emprego/lazer : secretario classe 3/ office-boy
Humor : misterioso
@Natália.Milly : As vezes quero voarMas não tenho asasAs vezes penso ser pássaroMas nada me impede de serNada pode parar o que realmente souEu sou um pássaro e tenho asasDentro da minha mente sou quem eu quiserE ninguém vai cortar minhas asinhasSó porque não aguenta ver o voô de alguémCuidado...a inveja não tem pena.
Data de inscrição : 12/07/2008

MensagemAssunto: Re: Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]   Sab Jul 12, 2008 7:06 pm

parei de ler aqui

isso que iria dizer? -Falou

depois eu continuo

meu tempo na lan ja ta acabando

depois de ler eu deixo o comente xD

e apago essa pagina inutil que acabei de escrever xP
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://yama-kun.animespirits.net
@Sandra
Admin


Número de Mensagens : 14
Idade : 28
Localização : Delmiro Gouveia
Emprego/lazer : Escritora, Webdesign/Ler, escrever e outros.
Humor : Bem humorado,extrovertido, asvezes misterioso.
@Natália.Milly : As vezes quero voarMas não tenho asasAs vezes penso ser pássaroMas nada me impede de serNada pode parar o que realmente souEu sou um pássaro e tenho asasDentro da minha mente sou quem eu quiserE ninguém vai cortar minhas asinhasSó porque não aguenta ver o voô de alguémCuidado...a inveja não tem pena.
Data de inscrição : 24/06/2008

MensagemAssunto: Re: Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]   Dom Jul 13, 2008 11:58 am

UHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUHUH.
Adorei, miga.

_________________
[Image Hosted by ImageShack.us
By Maya03 at 2008-07-13]

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém. Posso, apenas, dar boas razões para que gostem de mim e ter a paciência para que a vida faça o resto...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
@Natalia.Milly



Número de Mensagens : 34
Idade : 28
Localização : Brasil
Emprego/lazer : Forumeira Analista de Fanfiction!
Humor : Super alto^^
@Natália.Milly : Convide seus amigos para participar da nossa comunidade!
Data de inscrição : 23/06/2008

MensagemAssunto: Fic [Naruto] Não te quero só em Sonhos - último capítulo   Qui Jul 17, 2008 9:45 pm

Motivo da resposta: O sistema não aceitou mais caracters quando fui editar a fic para por o último capítulo então fiz como resposta para finalizar.
terminada: Sim


A primeira semana foi difícil. Sakura fazia de tudo para ir todos os dias as aulas, todos os deveres fazer e ocupar sua mente com livros e amigos para não poder pensar em Sasuke. O quarto era o lugar em que menos ficava agora, pois não queria correr o risco de deitar, dormir e sonhar com ele.
-O que será que se faz preso em sua própria mente? -dizia ela consigo mesma -Deve ser horrível se sentir trancado em você mesmo e ter a chave na mão e não poder sair.
Na virada do dia recebeu a visita de Naruto. Ele estava muito preocupado com ela e descidiu ir vê-la. Os dois se sentaram na varanda da casa de Sakura e ficaram olhando um para o outro sem nem falarem uma palavra se quer por minutos. Então Naruto se aproximou e e pegou na mão de Sakura que o olhou sem entender.
-Eu sei que ele não está aqui Sakura mas não fique assim pois eu estou e não vou deixá-la sozinha. -disse Naruto com carinho.
-Obrigada... você e os nossos outros amigos são muito importantes mas sempre vai haver um buraco se ele não estiver.
-Eu posso tapá-lo...e te confortar...
-Não! Não pode...-disse ela cortando a fala dele -Ele é único e vocês são diferentes. O único que pode suprir a falta de Sasuke é só ele mesmo. Sei que se preocupa comigo e me afastei dos amigos por causa disso não quero ser incômodo para ninguém. -disse ela nervosa e tirando a mão.
-Não me entenda mal Sakura. Só quero apoiá-la e estar ao seu lado não é incômodo, pois, não é um peso pra ninguém e não seria pra mim. Eu acredito que Sasuke volte...talvez demore um pouco mais, mas ele não iria gostar de saber que você está triste por causa dele.
-Me desculpe Naruto...mas você não sabe o que se passa e eu sei o que Sasuke está pensando pois eu vejo ele e posso vê-lo em sonhos...e neles sei que parece muito real mas não posso viver sonhando...eu amo Sasuke e sonhar não é o bastante. -disse Sakura se levantando e abraçou a Naruto acenando um tchau e entrou para sua casa.

A Segunda semana foi a mais deprimente. Sakura estava desesperada e morria de saudade. Mas desta vez queria muito dormir e encontrá-lo...mas infelizmente agora Sakura tinha um inimigo, a insônia. Ela foi para o quarto mais cedo, leu livros, viu álbuns de fotos, ouviu música e outras coisas mais. Nenhuma delas trouxe o sono e agora ela estava desolada.
-Noite maldita me deixa dormir! -gritava ela olhando pela janela.

No outro lado estava Sasuke. Passava por aquele mesmo corredor de todos os sonhos. Caminhou até o feixe de luz e depois do feixe havia um labirinto. Não sabia se continuaria andando e aonde sairia. Então ficou olhando.
-Estou tão sozinho...cadê a Sakura que não volta? Mas eu não posso ficar aqui parado tenho que fazer alguma coisa se eu quiser vê-la novamente.
Sasuke entrou pelo labirinto e correu como se ali mesmo ouve-se a saida daquele lugar.
Derrepente viu em frações de segundo a imagem de Sakura sumindo e aparecendo várias vezes. Ele tentava segurá-la mas sua mão a atravessava e a imagem sumia. Ele estava tendo um pesadelo em seu próprio sonho; começou a sonhar que Sakura desistia dele.

-Sou uma idiota em pensar que Sasuke irá voltar. Claro que não vai, isso é absurdo. Para quem ficou assim a meses a vida inteira é rapidinho.-dizia ela no sonho. -O tempo vai passar e eu vou esquecê-lo. Os amigos e familiares também. Sasuke será uma lenda, uma lembrança que fazemos questão de recordar em comemorações. Se eu esperá-lo irei envelhecer e não encontrarei ninguém que me corresponda...é tudo inútil. -ele estava tendo um sonho ruim e pertubador.

Sasuke levou um choque quando ouviu isso. Seus olhos encheram d'agua e começou a tremer. -Como? Não Sakura eu estou aqui!! -gritava mas não era ouvido -Você não pode me esquecer. Não me lance ao esquecimento, não faça de mim só recordação você prometeu me esperar lá fora e eu estou indo Sakura estou indo pra você e não pode desistir de mim. Só você acredita na minha volta, só você pode me entender e atravessar mundos para poder estar comigo! Eu não sou uma lembrança! Está ouvindo Sakura? Não serei pois estou vivo e vou acordar para você e vou ser feliz...-dizia ele desesperado e antes que as lágrimas rolassem ele as enxugou.

Ela não ouvia e nem olhava para ele. Então ele tentou correr entre os corredores do labirinto e cada vez mais que entrava se perdia. Correu tanto que quase podia voar e tudo era para que não chegasse tarde de mais ao final e morria de medo de sair e perder a chance de ter a vida e Sakura de volta...tinha medo que virasse realmente recordações.

Sakura no seu quarto então dormiu e já sonhando entrou por uma porta e saiu num corredor escuro que a frente havia um feixe de luz. Após esse feixe havia um incio de um labirinto enorme. Ela andava de um lado para outro sem saber o porque de estar ali.
-Devo estar no mesmo lugar de sempre, consegui dormir. Mas falta alguém. Porque Sasuke não está aqui?
Sasuke já estava muito frente dentro do labirinto. Mas Sakura num desespero pensou que por ele não estar mais ali havia morrido.

-Sasuke...-disse ela sussurrando e lágrimas escorriam. -Eu disse que estava te esperando! Porque desistiu? Porque não voltou pro meu coração...porque? Não acredito que fez isso comigo, como pôde ir sem se despedir de mim?
Sakura encostou numa parede e foi descendo devagar até o chão. Chorava muito e soluçava. -Sasuke, você me disse que eu seria sua flor e que cuidaria de mim na cabeceira do teu quarto; o que vai fazer com essas palavras agora? São palavras mortas pois você já não está aqui! E então me deixe acordar pra te ver pela última veeeez! -gritava desesperada mas só tinha paredes para ouvir.

Sasuke cansado chegou ao final do labirinto. Teve medo de atravessar e encontrar de vez a morte, pois, em sonhos podia ainda ver Sakura e até encontrar também seus amigos, mas na morte? Para onde iria e quem iria visitá-lo? Por instantes hesitou e queria voltar, mas se não passasse lá como saberia? Então deu o primeiro passo e tudo desapareceu.

Horas depois Sakura então acordou e acordou chorando...chorava muito pois achava que Sasuke realmente havia morrido e chorava desesperada indo em direção a janela do quarto gritava o nome dele. Ficou olhando para baixo e ficou zonza. Sakura então fecha os olhos e se virou de costa para janela sentou-se na berada e aos pucos inclinava o corpo para trás para se ajeitar melhor.
Sonolenta ela se virou demais e de uma vez caiu; no susto fechou os olhos com uma das mãos e ficou pendurada. Rapidamente subiu a janela de volta para dentro do quarto e meio zonza ainda do susto, não vendo nada caiu indo em direção a cama. Mas será que era ela mesmo?

Já era tárde, estava anoitecendo. Sakura dormiu quase o dia todo. Ela abre os olhos. Vê tudo embaçado e aos esfregar os olhos, abre-os novamente e não reconhece a pessoa que a olha sentado na poltrona do quarto. Ela ainda acha que está sonhando e senta-se na cama e encara os olhos que a olham. Sorri de leve, depois começa a rir de verdade...-Só pode ser um sonho é claro. -dizia ela.
Ele então levantou-se e foi até ela.

-Por instantes pensei também que não fosse real o que vejo e que sinto -dizia ele -Mas se não for real já não faz tanta importância porque estou aqui com você e se você está aqui pra mim é sonho, pesadelo se não estivesse. -dizia ele baixinho. -Não sabia, mas no dia em que te vi encontrei o amor e fui tão frio mas você esteve lá comigo em tudo e hoje eu não posso ficar sem você...
Sakura ficou imóvel e trêmula. Nem ela mesma sabia o que se passava lá dentro do seu coração e no canto da boca, bem escôndido saiu um sorriso triste ainda muito tímido e a emoção fez-se rolar em forma de lágrima.
-Sasuke...você não está aqui.
Sasuke ficou chocado e começou a rir sem entender.
-Está brincando? -disse ele.
-Não, não estou. -respondeu ela
-Como não estou? Olha pra mim e pegue minha mão isso não é mais sonho.
Sasuke assustado arregalou os olhos e segurou a vontade de chorar. Os dois ficaram no chão ajoelhados um na frente do outro, bem de perto.
-Na verdade eu estou caida debaixo da minha janela...Sasuke eu esperei por você, corra e me chame pelo nome e irei acordar por causa da sua voz.

Então a imagem de Sakura foi desaparecendo aos poucos e Sasuke tentou segurá-la mas ela escorria entre os dedos. Sasuke saiu correndo para fora da casa e debaixo da janela do quarto estava Sakura caida e com a cabeça machucada.
-Sakura! Acorde! Acorde! -gritava ele.
Mas ela não se movia mas respirava leve. Ele então pegou-a e abraçou-a chegando a boca até o ouvido dela.
-Eu sei que pode me ouvir. -disse sussurrando - Eu voltei Sakura, você prometeu me esperar e não pode desistir agora. Você não pode sair dos meus braços e nunca fugir dos meus olhos, sua imagem está presa neles e deles nenhuma lágrima pode tirar. Eu te amo ouviu? Eu te amo! E se você partir eu quero que vá sabendo disso.
-Eu também te amo... -disse ela acordando e ele logo segurou a sua mão como da primeira vez.
-Hoje eu sei que aquele lugar escuro e frio era meu coração -dizia Sasuke com lágrimas nos olhos - e toda vez que me visitava você trazia paz para mim.
-Sasuke...eu estou no seu coração e dele não vou sair. Você irá son-har co-comigo e eu... estarei lá. -dizia ela com dificuldade.
-Se está no meu coração, hoje ele não será frio e nem escuro...terá mais cor e brilho por causa de você...Sakura você é a melhor coisa que me aconteceu...
Sasuke a abraçou forte...depois a levou para o hospital e ficou com ela lá todos os dias até se recuperar da queda. Ele a olhava todos os dias e muito pouco ela acordava para conversar, mas para ele poderia demorar o que for já que descobriu o que é o amor, olhar para ela era muito bom e fazer parte dos sonhos e da mente dela uma benção.

-O que vamos fazer hoje Sasuke? -disse ela num lugar aberto com um campo florido.
-No seu sonho tem muito espaço, o meu era tão fechado sem você. -disse ele sem graça e desviou o olhar dele do dela.
-È melhor ter uma boa idéia...daqui a pouco você vai acordar e ter que ir embora. -disse ela pegando uma flor do chão.
-Mas eu vou voltar amanhã e depois e depois até ficar boa.
-Obrigada por ser tão atencioso...-sorriu.
- ^^ Tenho uma idéia do que fazer...eu já devia ter feito isso a muito tempo...
Sasuke se levantou e aproximando de Sakura a agarrou pela cintura e colando os corpos a beijou...
-Espero que faça isso depois que eu acordar e sair do hospital -disse ela muito feliz.
-Todos os dias Sakura...todos eles. -respondeu Sasuke a deitando no chão e sumindo entre as flores da campina.

*.+.*+.Espero que tenham gostado, esse é o final dessa fic, depois vêm outras, bjokas*.+.*+.*

_________________

Passem no meu blog:
http://imaginarybook.bloguista.net
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://triboteen.forumeiros.net
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]   Hoje à(s) 9:15 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Fanfic: Não Te Quero Só em Sonhos [Naruto]
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» FANFIC - Namorando meu Ídolo
» Quartos dos sonhos!!
» Quero apresentar-me...sou Eliete!
» FANFIC - Laranjas
» KW-1 Quero Quero - Scratch 1:72

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Fanfictions-
Ir para: